seminario-expolondrina

16º Seminário Estadual de Aquicultura

Tanque rede Iarema na expolondrinaA Expolondrina 2017 já começou, e como sempre a Aquicultura tem lugar de destaque no evento. Este ano a feira está acontecendo até o dia 09 de abril. A Iarema está expondo seu tanque-rede para peixes na Via Rural – Fazendinha, em meio a outros importantes parceiros e equipe técnica da EMATER.

No dia 04 de abril acontecerá o 16º Seminário Estadual de Aquicultura, que é um evento técnico voltado aos piscicultores e interessados na atividade. O tema será Peixe: alimento saudável que gera renda ao produtor.

Abaixo você confere a programação completa:

04 de abril de 2017

HORÁRIOASSUNTOPALESTRANTE
08h30Recepção dos participantes. Início dos trabalhos, com pronunciamento de boas vindas das entidades promotoras e realizadoras
09h00Formação da mesa com a presença das autoridades. Abertura. Palavra do Diretor de Aquicultura da Sociedade Rural do Paraná – SRP, Ricardo Neukirchner
09h45Apresentação: Aproveitamento de peles de peixesLozia Filip – Rio de Janeiro – RJ
Palestra: A Organização setorial da piscicultura no Brasil e seu impacto nos negócios da cadeia produtivaFrancisco das Chagas Medeiros, secretário executivo da Peixe BR, São Paulo – SP
Palestra: A importância socioeconômica da tilápia no BrasilDra. Renata Melon Barroso, Embrapa Pesca e Aquicultura, Palmas – TO
Palestra: Tecnologia de produção de tilápias em tanques escavados e a realidade da produção no município de MaripáCésar Antônio Ziliotto, Instituto Emater, Maripá – PR
12h30Encerramento
13h00Almoço temático
13h40Visita a Unidade Expositiva Didática de Aquicultura da Fazendinha Via Rural 2017

SERVIÇO – 16º SEMINÁRIO ESTADUAL DE AQUICULTURA
DATA: 04 de abril de 2017 (terça-feira)
HORÁRIO: 08h30
LOCAL: Auditório José Garcia Molina – Parque de Exposições Ney Braga – Av. Tiradentes, 6355 – Londrina-PR

folder-amusuh

Seminário Aquicultura em Águas Públicas

Muitos municípios já fazem o uso de águas públicas para a aquicultura. Entretanto, na região Sul, mais precisamente nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, essa prática ainda não funciona a todo vapor. Sendo assim, a AMUSUH – Associação Nacional dos Municípios Sedes de Usinas Hidrelétricas – realizará no dia 20 de […]

racao-para-os-peixes

Projeto aprovado na Câmara visa desoneração de impostos sobre ração de peixes

racao-de-peixesUm projeto aprovado na Câmara isenta a ração de peixes dos impostos PIS/Pasep e COFINS. Independente se o peixe é produzido em tanques-rede ou açudes, pelo preço/kg de peixe produzido praticado atualmente no mercado, os produtores se queixavam frequentemente que os altos encargos tributários acabavam por reduzir muito a margem de lucro. A ração representa 70% do valor total do custeio da atividade. O Projeto de Lei nº 1.151/2015 foi aprovado pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPADR) da Câmara dos Deputados, e ainda precisa ser apreciado pela Comissão de Finanças e Tributação. Essa isenção reivindicada já é praticada na bovinocultura e avicultura. Leia mais

helder-barbalho-expolondrina

Ministro da Pesca visita a Expolondrina 2015

No dia 13 de abril de 2015, compareceu ao 14º Seminário de Aquicultura o Ministro da Pesca e Aquicultura Helder Barbalho. O evento fez parte da Expolondrina 2015, em Londrina-PR.

O Ministro iniciou sua apresentação abordando o potencial produtivo brasileiro para a carne de peixe. Para se ter uma ideia, de toda a disponibilidade de água doce no planeta, 12% se encontra no Brasil (fonte: MPA, 18/06/2014). O que é produzido hoje está muito aquém do que pode ser feito. De acordo com Barbalho, o MPA existe para impulsionar tanto a produção quanto o consumo no Brasil, e a partir de agora focar também na exportação, que ainda é pequena em nosso país. Leia mais

tanque-rede-iarema-na-coopavel

Formas de pagamento

É fácil pagar as suas compras na Iarema. Aceitamos os principais métodos do mercado, como cartões de crédito, boleto, depósito em conta-corrente e BNDES.

Temos como principal meta oferecer tanques-rede de primeira qualidade aos nossos clientes. A fim de nos adequarmos às condições do mercado, constantemente é feita uma avaliação de como podemos ser mais acessíveis na hora de negociar, e menos burocráticos.

Atrás deste objetivo, hoje disponibilizamos as seguintes opções de pagamento: Leia mais

angola

Condomínio

O cultivo de peixes em tanques-rede em sistema de condomínio se mostra uma ótima opção aos produtores.

Uma vez desenvolvido o equipamento, havia a necessidade de testá-lo. Como não havia condições de montar uma piscicultura própria, solicitamos autorização dos órgãos pertinentes para a instalação de uma piscicultura em parcerias, com três finalidades: testar o equipamento, desenvolver tecnologia de produção e incubadeira de pisciculturas. Leia mais

rafael-dias-pinto

Cultivando Jundiá em tanques-rede

Densidade de estocagem no povoamento de juvenis de jundiá (Rhamdia quelen).

É fato que quando o assunto é piscicultura em tanques-rede a tilápia é o carro-chefe como espécie cultivada. Entretanto, espécies alternativas tem sido estudadas para esse fim. Na Puc-PR e com o apoio da Tanques-Rede Iarema, o Tecnólogo em Aquicultura Rafael Dias Pinto e os professores Ana Paula Baldan e Fabiano Bendhack desenvolveram uma pesquisa primorosa sobre a densidade de estocagem do jundiá em tanques-rede. Abaixo você confere um pouco sobre o estudo. Leia mais

peixe

Correção pela Temperatura

A quantidade de ração a ser colocada no tanque-rede vai variar de acordo com a temperatura da água. Aqui está a tabela com a correção do arraçoamento.

tabela-temperatura

Clique para ampliar.

Para simplificar a distribuição de ração, um jeito simples é dividir a quantidade de área por 3. Acima de 26º, trata-se normalmente (3 vezes). Entre 20º e 23º, duas vezes evitando-se as horas mais frias. Abaixa de 20º, uma vez na hora mais quente do dia. Leia mais